SISO 2021 inspira mudança de hábitos

No último sábado (21) a Sociedade Brasileira de Anestesiologia (SBA) promoveu mais uma edição do Simpósio de Saúde Ocupacional (SISO), on-line e gratuito. Mais de 700 participantes estiveram presentes no decorrer das 8h de palestras que abordaram temas importantes para a saúde ocupacional do médico anestesiologista, como a sustentabilidade, drogadição, o sedentarismo e o impacto das atividades remotas na vida do profissional. A programação de 2021 trouxe um aspecto mais leve, focado em inspirar os anestesiologistas em desenvolver ações para além da profissão.

O evento contou com a participação de palestrantes de várias especialidades e com a presença da diretoria da SBA. Para o presidente da Sociedade, dr. Augusto Takaschima, a presença de tantas pessoas e o envolvimento de tantos colaboradores mostra a importância e o espírito do SISO.

“Ao trabalhar de forma cooperativa, conseguimos mudar até a forma como enxergamos a nossa vida, o nosso cotidiano e o nosso dia a dia. É muito gratificante observar que a nossa sociedade evoluiu ao longo de vários anos no cuidado da saúde ocupacional. Essa mensagem que a SBA quer passar é muito importante porque para cuidarmos do nosso paciente precisamos estar bem”, disse.

O SISO é um evento gratuito e tem por objetivo discutir e conscientizar os profissionais da saúde sobre a importância de exercer a profissão sem deixar de lado a saúde física e mental. Nesta edição, pela primeira vez, exemplos reais que traduzem esse objetivo foram apresentados. Paraquedismo e corrida com o dr. Leonardo Brandão, corrida com o dr. Jorge Hamilton Soares Garcia, surf e música instrumental com o dr. Manoel Rodrigues Medeiros Neto, culinária com dr. Airton Ayres Bezerra da Costa e música com o dr. André Carnevali da Silva. Além disso, o Simpósio apresentou o Movimento Médicos Atletas, um projeto que reúne dezenas de médicos que elevaram a saúde física ao patamar de competição.

A sustentabilidade ambiental, que é uma preocupação universal, trouxe ao debate o papel do anestesiologista na preservação do meio ambiente. A programação também abordou a Saúde do Anestesiologista nas Atividades Remotas considerando os aspectos psicológicos, a saúde ocular e o sedentarismo.  Situações como a drogadição também foram abordadas por meio da experiência do We Care, projeto da SAESP, e do dr. Airton Bagatini.

Para o diretor de Defesa Profissional da SBA, dr.  Luis Antonio dos Santos Diego, o SISO é um momento importante para que os médicos possam refletir sobre a prática diária e a própria saúde. “Falar sobre a saúde ocupacional dos médicos é tratar da segurança do paciente, uma vez que ambas estão ligadas pelo laço da qualidade da prestação do serviço”, disse.